Terça, Julho 29, 2014
Text Size
Sexta, 24 Fevereiro 2006 10:54

CONFRARIA GASTRONÓMICA DA RAÇA AROUQUESA

Escrito por 
Classifique este produto
(0 votos)

A ORDEM DE CISTER E AS CONFRARIAS GASTRONÓMICAS

Arouqesa
A Gastronomia tradicional é, cada vez mais, um elemento fundamental e parceiro para os modelos de desenvolvimento dos municípios e das regiões. Saber comer e saber beber é, hoje em dia, um acto cultural e a afirmação do como se deve preservar a saúde individual para um melhor contributo para o desenvolvimento comunitário, em solidariedade.

É nesse contexto de preocupação que vamos assistindo ao aparecimento de múltiplas Confrarias, não só a nível nacional como internacional.
No passado dia 4 de Fevereiro, na Quinta de Cabriz, concelho de Carregal do Sal, procedeu-se ao acto de Geminação de três Confrarias Gastronómicas sedeadas em municípios pertencentes à Rota de Cister.
Após os trabalhos preliminares desenvolvidos pelas Confrarias Gastronómicas envolvidas – Confraria da Raça Arouquesa, Confraria da Lampreia e Confraria das Almas Santas e do Leitão – durante cerimónia muito participada, foi assinado um Protocolo de Geminação que, em primeiro lugar compromete as ditas Confrarias e, em segundo as Câmaras Municipais de Arouca, de Penacova e de Águeda.
Dos objectivos definidos no Protocolo, realçamos, “no entendimento de que a Gastronomia tradicional faz parte do nosso património cultural, a promoção do convívio saudável, do estreitar dos laços de amizade e do reforço constante de vínculos sólidos e solidários, base essencial à eficaz promoção do património histórico-cultural e da genuinidade dos produtos gastronómicos tradicionais da Rota de Cister, tanto em território nacional como estrangeiro, através de eventos que podem assumir expressões diversas como a produção de brochuras, livros e/ou vídeos, organização de encontros temáticos … a defesa e promoção do mundo rural, a explicitação dos valores ecológicos, ambientais e o apelo e envolvimento da juventude nas questões gastronómicas”.
Antecedendo a assinatura do Protocolo foi ouvida uma dissertação sobre “ A Gastronomia na Rota de Cister” proferida pelo Professor Dario Tomé, seguindo-se as intervenções do Senhor Dr. Campelo, em representação do Presidente da Câmara Municipal de Arouca, do Presidente da Câmara Municipal de Águeda e do representante do Presidente da Câmara de Penacova.
Arouca, detendo um dos mais imponentes e   importantes  mosteiros  da   Rota     de Cister,  ficará    mais enriquecida e os seus valores culturais chegarão mais longe.
A nossa Gastronomia Tradicional,  a   excelência da carne da Raça   Arouquesa,   o nosso património cultural adquiriu mais um defensor e divulgador.
O Protocolo de Geminação foi assinado pelo Grão-mestre da Confraria da Raça Arouquesa, António Brandão de Almeida e pelos Mordomos-Mor das Confrarias da Lampreia e das Almas Santas da Areosa e do Leitão e ‘ apadrinhado pelo Senhor Presidente da Câmara Municipal de Águeda e pelos representantes dos Senhores Presidentes das Câmaras de Arouca e de Penacova.

ForumEm discussão no fórum
Ler 4802 vezes Modificado em Sexta, 24 Fevereiro 2006 11:05

Deixe um comentário

Publicidade